Yogurtes de Baunilha

Andava para comprar um yogurteira desde que vi no blog da Patricia os maravilhosos yougurtes que ela faz. Andei a juntar € no cartão do Intermarché e quando tinha já um montante simpatico fui comprar a dita cuja. Ficou por metade do preço e esse valor vai ser recompensado em yogurtes de variados sabores.
A minha 1ª experiencia a fazer yogurtes foi com uma maquina da minha sogra, que era mais velha que eu sei lá quantos anos. Para culminar o mau jeito tinha de embrulhar a maquina (ligada) num cobertor grosso e po-la em cima de um aquecedor. Excusado será dizer que ficaram uma caca e se já não gostava da máquina com todos estes entraves, então depois de todo o esforço não recompensado, fiquei a detesta-la. Assim sempre achei que fazer yogurtes era um bicho de 7 cabeças e só para quem tinha máquinas topo de gama é que os benditos yogurtes seriam uma iguaria facil e simples .Toliçes!!!
Esta receita foi tirada do blog "Ovo Estrelado"...

Yogurtes de Baunilha

800 ml de leite (do dia ou pasteurizado)
1 yogurte natural
80 gr leite em pó
50 gr de açúcar marelo (coloquei mais 30 gr, dependo do gosto)
1 vagem de baunilha (usei metade)

  • Abrir a vagem de baunilha ao meio e raspar as sementes para dentro do leite.
  • Caso use leite do dia, leve a ferver, mexendo sempre para que não ganhe nata.
  • Deixe arrefecer antes de juntar os restantes ingredientes.
  • Se usar leite pasteurizado (temperatura ambiente ou morno) não necessita de ferver, junta apenas a vagem, o leite em pó e o açúcar.

  • Misturar com a varinha mágica e deitar nos potes.
  • Deixar na máquina por 10 horas.

  • No fim  desse tempo, levar ao frio mais 3 horas.

Podem juntar depois compota, fruta em pedaços ou comer simples.

Bem bom...

Comentários

  1. Yo también creía que era difícil hacer yogures en casa, pero los tuyos se ven estupendos.

    Besitos.

    ResponderEliminar
  2. Agora é só descobrir os melhores, há por aí muitas receitas mas eu continuo a preferir os naturais açucarados :)

    ResponderEliminar
  3. Que bem, iogurtes caseiros não tem nada a ver com os de compra, além do que podemos fazer os sabores que quisermos!!!
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Eu ainda pedi a da minha mãe mas já não fui a tempo... já se tinha desfeito dela, mas não sei se vou comprar... bjks e bom domingo

    ResponderEliminar
  5. tenho uma maquineta daquelas bem antigas, laranja, uma vizinha ia deita-la fora tb á uns anitos, e sempre fiz iogurtes bem e fácil de fazer, talvez essa da tua sogra já não estivesse em muito bom estado seria?

    mas e daquelas maquinetas que são mto engraçadas no inicio, depois, não sei se por preguiça ou comunidade fica para ali arrumada como a máquina de fazer pão entre outras.

    que por ai venham muitos iogurtes.

    ResponderEliminar
  6. ahh esqueci-me, se fizeres a msitura do iogurte com leite morno podes reduzir o tempo na máquina, na minha faço-os em 8 horas e mesmo nao colocando leite em pó e usando leite meio gordo ficam bastante consistentes.

    ResponderEliminar
  7. Pois olha que eu uso uma máquina quase da minha idade, tem seguramente mais de 20 anos, e funciona às mil maravilhas, felizmente. Saem sempre bem e vou experimentando umas receitas interessantes :)

    ResponderEliminar
  8. Bem Bom memso Rita!
    Jà estive para comprar uma à uns tempos , depois desisti, mas quando os vejos postados na net dà-me sempre vontade de a comprar ehehehhe

    Ficou com uma textura mt bonita amiga , devem ser memso bons.

    Beijinhos e bom domingo

    ResponderEliminar
  9. A minha tem andado meia parada ultimamente.
    Agora fiquei com vontade também, hehehe.
    Beijinhos e bom domingo

    ResponderEliminar
  10. Amiga fizeste muito bem em comprar, pois essas máquinas já não são tão caras assim e valem bem a pena! Não há nada como um iogurte caseirinho, são uma maravilha! Ficaram lindos os teus!
    Beijinhos e bom domingo!

    ResponderEliminar
  11. Há uma receita excelente de iogurtes com laranja, banana e bolacha - é dos que os meus filhos mais gostam (lembram a papinha que lhes faziamos em pequenos).
    Eu também adoro estes açucarados de baunilha.
    Já não faço iogurtes há um tempo. Não tenho a máquina mas utilizo um saco térmico q embrulho numa manta quentinha. Mas a máquina é bem mais prática. Tenho de ver se compro uma.
    Bom domingo.

    PS. Agora fiquei com vontade de os fazer!!!!

    ResponderEliminar
  12. Ficaram óptimos, parabéns pela aquisição, yogurtes é coisa que não compro, já nos habituamos aos nossos e não queremos outra coisa!
    Tenho um selinho na minha cozinha para ti, deixo aqui o link:

    http://cozinhadaduxa.blogspot.com/2011/01/selinho-de-amizade.html

    Beijocas e bom Domingo:)

    ResponderEliminar
  13. tenho muita pena mas nao gosto la muito de iogurtes assim como o leit isto é em cru claro pois nos doces ainda passa mas este esta com um bom aspcto continua ok beijinhos isa

    ResponderEliminar
  14. Ana Rita adoooooooooooro quando visitas meu blog e deixa um comentário de minhas receitas.Estou te retribuindo e dizendo que esta receita de iogurte me parece ficar muito boa.Bom Domiengo.Beijos

    ResponderEliminar
  15. Hummmmm, que delícia!!! Já tratava da saúde de um agora ;)))
    Bjsss, bom domingo!
    Madalena

    ResponderEliminar
  16. Pois, a iogurteira está na minha lista de compras. Deve ser para breve, pois cada vez estou mais enjoada dos iogurtes de compra e lembro-me que em casa da minha mãe havia a dita e saiam sempre bem. Obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
  17. Your yogurt turned out wonderful! I never made my own. Bet it's delicious!

    ResponderEliminar
  18. Aiii, ando a ficar muito mal influenciada, depois o meu marido diz: "Desde que andas metida nos blogs que isto agora é só maquinetas e uma despesa sem fim"

    Pois....com posts como estes como não ficar influenciada, os iogurtes ficaram um primor.
    Beijinhos e tem uma boa semana!

    ResponderEliminar
  19. Ficaram mesmo cremosos :)... e a minha maquineta parada à tanto tempo...
    beijinhos kida

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O vosso comentário é sempre bem vindo!
Obrigada e beijinhos,
Ana Rita