quinta-feira, maio 24

Bolo Podre do Ribatejo

Adoro a cozinha tradicional portuguesa. O facto de serem sempre receitas completas de sabor, agrada me. Até hoje não fiquei desiludida com nenhum doce tradicional que tenha provado pelo nosso Portugal. 
Somos bons em muita coisa, sem dúvida, mas na doçaria somos imparáveis. E venham de lá os franceses com as sua pastelaria refinada que eu nem me importo. Só um, somente um, pastel de nata faz frente a qualquer docinho cheio de finesse e nomes pomposos. Este bolo por exemplo, que se traduzido o seu nome a um estrangeiro, até poderia soar mal...podre... garanto que ao provarem iriam apenas dizer : Delicious!!!Merveilleux!Meraviglioso!!Maravillioso!!Wunderbar!!
E mais não digo...


Bolo Podre do Ribatejo
Fonte: As Receitas Lá de Casa

750 gr de farinha
200 gr de açúcar amarelo
3,5 dl de azeite
2 dl de água
1,5 dl de mel
80 a 100 gr de nozes picadas grosseiramente
Erva doce q.b
Canela q.b
Açúcar para polvilhar

  • Pré aquecer o forno a 180ºc e preparar uma forma, sem untar. (usei de aro amovível e forrei o fundo com papel vegetal).
  • Colocar num tacho o azeite, a água, o mel, a canela e a erva doce.
  • Levar ao lume até ferver.
  • Numa tigela deitar a farinha, o açúcar e as nozes.
  • Deitar a mistura que ferveu.
  • Misturar tudo muito bem até estar tudo uniforme.
  • Espalhar a massa na forma. ( a massa fica com um aspecto grosso mas maleável, semelhante à do pão).
  • Levar ao forno por 30 minutos até dourar.
  • Retirar e depois de frio polvilhar com açúcar em pó.

Bem bom...

27 comentários:

  1. Até consigo sentir o cheirinho a erva doce e a canela, só pode ser uma delicia!

    Bjs.

    ResponderEliminar
  2. BOLOS COM NOZES E CANELA AGRADAM-ME, POR ISSO SEI QUE IA GOSTAR DESSE. ALÉM DE QUE FICOU LINDO.
    BJS

    ResponderEliminar
  3. Te lo copio ya mismos!! esta tarde lo hago y te cuento! los bizcochos portugueses son maravilla de la humanidad ;)

    ResponderEliminar
  4. Pois maravilhoso mesmo, parece que até lhe sinto o cheiro!!!! Tenho aqui uns livrinhos com doçaria tradicional, a ver se faço um dia destes ;)
    Beijinhos,
    Madalena

    ResponderEliminar
  5. Ana Rita, ficou com um aspecto maravilhoso,e o curioso é que leva ovos.
    Adorei, as tuas palavras inicias, eu também acho que temos muitas coisas maravilhosas em Portugal, tanto em gastronomia, como em paisagens, história e cultura popular. É pena que muitas pessoas só pensem em visitar o estrangeiro,sem sequer conhecerem o seu próprio país.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Rita, esse bolo ficou simplesmente uma delicia que eu tenho que fazer e ando com essa vontade já não é de hoje...um beijinho.

    ResponderEliminar
  7. Pelo aspecto não me importava nada de lhe dar uma dentada... apesar do nome, eheheh
    Ficou 5 estrelas!
    beijos

    ResponderEliminar
  8. Pelo aspecto ninguém diria que é "podre", hehe...Ficou maravilhoso.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Lindo bolinho e com nozes hummm deve ser uma delicia amiga,a dorei!

    Bjs

    ResponderEliminar
  10. O bolo tem um aspecto fantástico, mas confesso que não gosto nada do nome com que o baptizaram, acho uma pena um bolo tão bom ter um nome tão ridículo!

    ResponderEliminar
  11. Podre ou não, sou fã dos ingredientes e acredito que seja mesmo, mesmo bom. Já levo a receita :)

    ResponderEliminar
  12. Apesar do marido ser do ribatejo ainda não conheço este... parece mesmo muito dificil de resistir!! bjks

    ResponderEliminar
  13. Uau...Ficou com uma aparência fabulosa...e com um ar de "quero mais" tão grande....

    beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Hummmm! Bolo com mel e nozes é tudo de bom.
    bjs

    ResponderEliminar
  15. O bolinho ficou com um aspecto óptimo.
    Vou experimentar
    Beijinhos
    Belinha
    Mundo das Receitas
    http://mundodasreceitas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Maravilhoso e um bolo que eu adoro Ana. Eu também aprecio a nossa cozinha tradicional e é sempre bom estas partilhas que a dão a conhecer um pouco mais


    beijinhos!

    ResponderEliminar
  17. eu tinha a ideia que o bolo podre era do alentejo...
    este bolo lembra-me a minha infância, a minha avó fazia-o muitas vezes!

    ResponderEliminar
  18. Que Srº Bolo Ritinha, o menino intimida com o seu aspecto pujante;)
    No geral, adoro os bolos que levam azeite, mel e canela, ficam com um sabor
    especial.Também acho que nas paparocas, e doçarias somos muito bons!
    Beijocas.

    ResponderEliminar
  19. Fizeste-me rir :)
    Lá nisso tens razão, a nossa doçaria é de facto maravilhosa!!!
    E este bolo está tão apetecível.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  20. oi ana que delicia esse bolo aqui viria muito bem com um cahzinho e neste frio que faz aqui em são paulo de tardinha ..cairia muito bem parabens pela receita
    bjão tenho receita sem lactose

    ResponderEliminar
  21. Irresistível sem dúvida! :) E de podre não tem nada mesmo :)

    ResponderEliminar
  22. Cheguei ao teu blogue e fiquei logo com água na boca :))
    Um bolo com tudo para ser muito bom.
    Claro fiz-me logo tua seguidora. :))
    Sou principiante neste tipo de mundo virtual.
    Caso querias fazer-me uma visitinha aqui fica o meu endereço:
    http://odelicodoce.blogspot.pt/
    Felicidades e beijinho

    ResponderEliminar
  23. Ritinha, esse bolo parece ser delicioso, e tendo mel, canela e nozes imagino só a delicia que ficou. Gostei muito dessa receita. Não sei se vc sabe, mas aqui os empadões e empadas recebm o nome de massa podre também, e são as mais gostosas. Bjocas

    ResponderEliminar
  24. Howdy Rita! Oh this is such a delicious sounding cake. Perfect for this sugar high Friday. Slurppp.
    Enjoy & have a great day, dear.
    Kristy

    ResponderEliminar

O vosso comentário é sempre bem vindo!Obrigada!
Bjinhos,
Rita